Ciclista de 105 anos bate ‘recorde’ na França

Robert Marchand percorreu mais de 22 quilômetros de bicicleta em uma hora, mas não tinha rivais para disputar pelo título

Um francês de 105 anos superou seus limites ao pedalar mais de 22 quilômetros em uma hora, no velódromo de Saint-Quentin-en-Yvelines, nesta quarta-feira. A competição, porém, não era difícil: Robert Marchand bateu o recorde de maior distância percorrida por um ciclista na categoria para pessoas acima de 105 anos – criada especialmente para ele.

Em 2012, o esportista já havia sido homenageado com sua própria categoria de competição no ciclismo de pista, ao fazer 25,7 quilômetros em uma hora. Na ocasião, Marchand se tornou o primeiro recordista acima dos 100 anos.

Já que a distância percorrida nesta quarta-feira não superou o feito anterior do ciclista, a categoria “acima dos 105” foi criada para mostrar a magnitude de seu feito. Sob gritos e aplausos de fãs, Marchand completou 92 voltas no velódromo. “Eu não vi a placa avisando que faltavam 10 minutos para o fim. Do contrário, teria ido mais rápido e feito um tempo melhor”, justificou o senhor ao jornal The Guardian. “Agora estou esperando por um rival”.

Segundo a médica que acompanha Marchand, Veronique Billat, o ciclista poderia ter ido mais rápido, mas “cometeu um erro”. “Ele parou de comer carne no último mês, depois de ficar chocado com reportagens sobre como os animais são maltratados”, explicou.

Nascido em 26 de novembro de 1911, Marchand tentou praticar ciclismo na adolescência, mas foi rejeitado por técnicos por não ter o físico adequado. Já na vida adulta, não tinha tempo para conciliar seu trabalho como bombeiro e a prática de esportes. Com 68 anos, resolveu retomar o sonho da infância e voltou a correr de bicicleta.

“Definir objetivos é parte de sua personalidade”, disse o treinador de Marchand, Gerard Mistler. “Se ele decidir que quer melhorar seu tempo, estou dentro. Robert é um grande exemplo para todos nós”.